×

Aviso

Simple Image Gallery Notice: Joomla!'s /cache folder is not writable. Please correct this folder's permissions, clear your site's cache and retry.

Regulamento da Biblioteca:

1 - Das Finalidades

A Biblioteca “Dr. Flávio Gutierrez” servirá como centro de pesquisas, informações e leituras para o pessoal da Escola Técnica de Sete Lagoas, bem como à comunidade escolar.

2 - Do Horário

A Biblioteca “Dr. Flávio Gutierrez” funcionará durante os horários de aula previstos no Calendário escolar e em horários especiais, conforme autorização da direção da escola.

3 - Do Funcionamento

3.1 - Das consultas no recinto da biblioteca

• Não é permitida a entrada na biblioteca com bolsa, mochilas, sacolas... O usuário deverá retirar o material necessário à pesquisa e guardar seus pertences no armário na entrada da biblioteca.

• Os leitores terão acesso às estantes. As bibliotecárias os atenderão em caso de dúvidas.

• Os livros consultados deverão ser deixados sobre a mesa, quando o usuário não souber em que lugar colocar, assim a bibliotecária os guardará, de acordo com o nº de identificação e assunto correto.

• Será permitido o diálogo entre os usuários no recinto da biblioteca em um tom baixo, evitando conversas altas que prejudiquem outros usuários que necessitem de concentração em seus estudos.

3.2 - Do empréstimo

• O usuário interessado em levar livros para casa deverá fazer seu cadastro na biblioteca, fornecendo seus dados (nome, endereço, telefone e curso)

• O empréstimo para uso fora do recinto da Biblioteca será feito somente a alunos, professores e funcionários cadastrados, mediante a anotação do empréstimo no referido cadastro.

• À comunidade escolar é permitida à consulta do acervo dentro da biblioteca, porém não será autorizado o empréstimo da(s) obra(s) fora do recinto.

• Quando o livro estiver emprestado, o leitor poderá fazer reserva do mesmo.

• Livros que não poderão ser emprestados, para uso fora do prédio, onde se acha a biblioteca:

a) Obras de referência (dicionários, enciclopédias, atlas, anuários, folhetos, livros de coleções...);

b) Material não registrado;

c) Obras, frequentemente consultadas, das quais a biblioteca possui poucos exemplares.

• Ao final de cada semestre letivo (julho e dezembro) o empréstimo de livros é encerrado. Podendo o usuário cadastrado utilizá-lo somente nas dependências da biblioteca. Não serão feitos empréstimos em época de férias.

3.3 - Dos prazos de empréstimo

• Será de 7(sete) dias, o prazo de empréstimo para todos os usuários, podendo ocorrer a renovação do livro, caso não haja pedido de reserva por outro leitor.

• Poderá ser reduzido o tempo de empréstimo, caso outros usuários estejam precisando da obra e a biblioteca possuir poucos exemplares da mesma.

3.4 - Do atraso na devolução

• O atraso na devolução acarreta uma taxa de R$0,50 de multa, por dia de atraso, ao usuário cadastrado.São contados os dias letivos e excluídos feriados e fim de semana para o cálculo da mesma.

• A biblioteca se reserva o direito de procurar o usuário para fins de devolução, quando o mesmo não devolver o livro na data especificada e sem que haja justificativa.

3.5 - Das responsabilidades dos usuários

• Ficará o leitor responsável pela devolução da obra em perfeito estado, como a recebeu, devendo em caso de perda ou dano, indenizar a biblioteca.

• O empréstimo é intransferível.O leitor cadastrado é responsável pela guarda e conservação da obra emprestada, não podendo  passá-la diretamente à outra pessoa.

• É proibido fazer anotações ou marcações de qualquer natureza nas obras da biblioteca, ficando o usuário financeiramente responsável pelos danos causados, por motivo de desobediência a esta recomendação.

• O usuário é também financeiramente dependente pela perda de material a ele emprestado.

3.6 - Do acesso e uso da internet

• Somente terão acesso à internet os alunos cadastrados.

• O usuário terá o direito de utilizar a internet por 30 min(diários), podendo marcar seu horário com até um (1) dia de antecedência.

• São vedados os sites : de bate-papo, facebook, sites de conteúdo inadequado.

Conheça nossa biblioteca:

{gallery}biblioteca{/gallery}

APRESENTAÇÃO

A Escola Técnica Municipal de Sete Lagoas foi fundada em 1978, com base nos resultados de uma pesquisa feita na região com o intuito o de atender às necessidades da formação de mão-de-obra especializada para suprir as demandas existentes na localidade e seu entorno.

A ETMSL possui 10(dez) Cursos Técnicos Profissionalizantes (Administração, Análises Clínicas, Edificações, Eletrônica, Eletrotécnica, Enfermagem, Mecânica, Meio Ambiente, Metalurgia, Química) que atendem aproximadamente a 29 municípios da região adjacentes a Sete Lagoas, dentre as quais citamos algumas: Curvelo, Prudente de Moraes, Matozinhos, Baldim, Araçaí, Jequitibá, Pedro Leopoldo, etc..., bem como empresas e diversas instituições, atendendo aproximadamente 1000 alunos. Duração dos Cursos: 24 meses + Estágio. 

Contamos também com laboratórios para aulas práticas destinadas a cada curso.

São mantidos convênios com empresas para permitir frequentes visitas as suas instalações e é estabelecido também um regime de cooperação para um melhor desempenho futuro dos técnicos nas diversas áreas.

INTRODUÇÃO

Marco Situacional

ETMSL está situada numa região altamente industrializada e encontra-se inserida num contexto de elevada demanda por qualificação profissional.

Tendo em vista a necessidade de atender a formação de mão de obra especializada para as empresas e evitar a crescente migração de jovens e adultos para grandes centros urbanos, constatou-se a importância da criação de uma instituição de educação profissional e tecnológica na região.

A Escola Técnica Municipal de Sete Lagoas procura continuamente alocar recursos a serviço da aprendizagem visando proporcionar aos alunos a oportunidade de inovar e vencer desafios, através da incorporação de novos referenciais teóricos e da aprendizagem prática.

Diante da velocidade das informações face à rapidez das inovações tecnológicas e necessidade de aperfeiçoamento contínuo de mão de obra, é que a ETMSL vislumbra a possibilidade de oferta de cursos livres de curta duração.

Existe hoje em Sete Lagoas e região um grande número de profissionais que não conseguem ingressar nos cursos técnicos já ofertados pela escola, seja pela indisponibilidade de tempo, seja pelo número limitado de vagas.

Pensando em atender este público que deseja buscar qualificação e também aos anseios e necessidades das empresas e instituições públicas e privadas de Sete Lagoas e região, inicialmente a ETMSL quer oferecer os cursos de curta duração que se encontram em anexo.

Entretanto para realização dos mesmos, fazem-se necessárias algumas alterações no estatuto da FUMEP para viabilizar tal projeto, permitindo assim, que esta instituição consiga angariar receitas para cobrir despesas dos cursos e reinvestir na própria entidade.

A ETMSL conta hoje com corpo técnico docente altamente qualificado, por especialistas e mestres e plenamente capaz de promover e oferecer à sociedade de Sete Lagoas e região a realização dos cursos de curta duração.

Marco Teórico

VISÃO

Identificar as necessidades dos sujeitos sociais, adequando os produtos e recursos, através de investimentos nos patrimônios material, humano e tecnológico, promovendo as parcerias e o diálogo.

MISSÃO

Oferecer uma Educação Profissional que satisfaça as necessidades dos nossos alunos, buscando constantemente a excelência e a construção de um saber transformador que concorra de forma estratégica para a formação da cidadania e para o mundo do trabalho, contribuindo para elevação da produtividade das empresas e melhoria da qualidade de vida da população.

PRINCÍPIOS

Qualidade, Ética, Cidadania e Parceria.

POLÍTICA DE QUALIDADE

Promover a qualificação dos jovens e adultos para o mundo do trabalho de acordo com as necessidades dos sujeitos sociais, respeitando os valores éticos e ambientais, fortalecendo as relações dos segmentos da sociedade e contribuindo para o desenvolvimento, a justiça e a inclusão social.

Nossa proposta curricular tem como pressuposto:

Aprender para construir, saber fazer para empreender, ampliar habilidades de modificar-se para crescer.

No exercício de ensinar, a ETMSL aproxima Arte, Ciência e Tecnologia em busca de uma formação técnica aliada ao desenvolvimento humano.

Ao implementar uma política de integração no mercado regional as parcerias ampliam a inserção no estágio curricular criando um diferencial no recrutamento e seleção de nossos alunos, articulando a inovação tecnológica e garantindo a conexão entre escola e o mundo do trabalho em suas diversas especificidades.

ESTRUTURA DA ETMSL: 

Espaço Físico

 

Área Total da escola

40.800m²

 

Área Construída (ocupada)

20.000 m²

 

Nº de salas de aula

31 (Mais 16 salas em construção)

75 m²

Auditório

1

1.006,12 m²

Direção

1

20 m²

Setor de estágio

1

30 m²

Setor de Projetos

1

50 m²

Setor de Diário de Classe

1

21 m²

Setor de Compras e Licitação

1

81 m²

Núcleo Pedagógico

1

 89 m²

Sala de Vídeo

1

50 m²

Setor de Mecanografia

1

20 m²

Sala da UAB

1

40m²

Almoxarifado

1

50m²

Sala de TI

1

30m²

Setor de Protocolo

1

20 m²

Secretaria

1

50 m²

Biblioteca

1

278 m²

 

Laboratórios

Laboratório

Metragem (m²)

Capacidade (N° alunos – uso simultâneo)

Análises Clínicas

84

25

Enfermagem

86

25

Meio Ambiente

40

25

Mecânica

130

25

Química

84

25

Metalurgia

76

25

Edificações

85

25

Eletrotécnica

68

25

Eletrônica

146

25

Processos Industriais

103,25

25

Informática

50

25

A Escola Técnica de Sete Lagoas foi criada com base nos resultados de uma pesquisa feita na região de Sete Lagoas visando   atender às necessidades da formação de mão-de-obra especializada e buscando fixar o elemento humano em sua cidade natal, evitando a crescente migração de jovens, em idade escolar, para os grandes centros urbanos.

Estes cursos funcionarão, sempre que possível, com os recursos próprios da Escola, entretanto, serão mantidos convênios com indústrias para permitir frequentes visitas as suas instalações. Em alguns casos, será estabelecido um regime de cooperação para um melhor desempenho futuro dos técnicos nas diversas áreas.

IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA

Da denominação:

-  Nome: Escola Técnica Municipal de Sete Lagoas

-  Endereço: Av. Prefeito Alberto Moura, 1.111 - CDI - Sete Lagoas.

Da Entidade Mantenedora:

- Nome: Fundação Municipal de Ensino Profissionalizante - FUMEP, com sede na Rua Dr. Pedro Luiz, 210, 9º andar, Centro. É uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos e constituída por tempo indeterminado.

A FUMEP foi autorizada pela Lei Municipal nº.  2.259, de 13 de setembro de 1978 e instituída pela Escritura Pública de 24 de novembro de 1978, lavrada no Cartório do 3º Ofício e Registrada no Cartório das Pessoas Jurídicas da Comarca, sob nº. 343, do livro A-1, em 04 de Abril de 1979.

Da instituição legal:

A Escola Técnica de Sete Lagoas tem como autorização de funcionamento a Portaria nº. 287/80, publicada no MG de 04/07/80, pág. 11, col. 05. Portarias de Autorização de funcionamento e/ou Reconhecimento dos Cursos: - Técnico Edificações - Eletrotécnica - Mecânica - Metalurgia
Autorização - Portaria nº. 067/84 - MG de 03/02/84.
Reconhecimento - Portaria nº. 1767/86 - MG de 19/11/86. - Técnico Enfermagem - Química
Autorização - Portaria nº. 2038/87 - MG de 05/12/87.
Reconhecimento : Portaria nº. 070/91 - MG de 26/01/91. - Técnico Agropecuária
Autorização - Portaria nº. 568/95 - MG de 10/05/95.
Reconhecimento - Portaria nº. 1059/98 - MG 20/08/98.

- Técnico Eletrônica
Autorização - Portaria nº. 457/97 - MG de 11/03/97.

Reconhecimento - Portaria nº. 446/2000 - MG de 18/05/2000.
Portaria de Autorização de Funcionamento nº221/2003.
- Técnico Meio Ambiente - Patologia Clínica - Gestão Administrativa
Resolução SEE nº. 170 de 29.01.2002 do artigo 12 da Resolução CEE nº. 306.

RESIDENTE: Elizabeth das Graças Abreu

VICE-PRESIDENTE:  Eduardo Geraldo Teixeira Junior

Diretora da Escola Técnica Municipal de Sete Lagoas: Susana Lúcia Fonseca de Oliveira França

Vice –diretora : Cláudia Elaine de Souza Duarte

PREFEITO : Leone Maciel

VICE- PREFEITO: Duílio de Castro

A FUMEP – Fundação Municipal de Ensino Profissionalizante foi criada em 1978 e recebeu uma área de 47.338m², doada pela CIA de Distritos Industriais, através do INPI – Instituto de desenvolvimento Industrial, ela mantém a Escola Técnica Municipal de Sete Lagoas e o CRAMAN- (Centro Regional de Artesanato Maria dos Anjos Macedo). Dentro da ETMSL, também funciona o polo da UAB – Universidade Aberta do Brasil, que oferece vários cursos, conforme anotações abaixo.

FUMEP Organograma

Razão Social: ESCOLA TÉCNICA MUNICIPAL DE SETE LAGOAS

Município: SETE LAGOAS

CNPJ: 20.491.718/0002-16

E-mail institucional: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Website:http://fumep.setelagoas.mg.gov.br

Mantenedora: FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO PROFISSIONALIZANTE

Inicio das Atividades: 04/07/1980.

Endereço da Escola: Av. Prefeito Alberto Moura, 1111. Bairro: Distrito Industrial.

CEP: 35702-383                                Município: Sete Lagoas                               UF: MG

Telefones: (31) 3773-0424                (31) 3774-6290                          (31) 3773-8715

 

   OBJETIVOS FUNDAMENTAIS DA FUNDAÇÃO

      • Criar e manter unidade de ensino, para a formação, aperfeiçoamento ou qualificação técnico-profissional ou auxiliar tecnológico, pesquisa e extensão;
      • Colaborar com o Poder Público na execução de projetos de ensino profissionalizante;
      • Prestar serviços relacionados à pesquisa, aperfeiçoamento de técnicas e métodos em diferentes áreas de conhecimento;
      • Promover a formação de profissionais em nível de aperfeiçoamento, pôr meio de cursos regulares ou de educação continuada em técnicas e competências demandadas para implementação de políticas públicas e modernização administrativa;
      • Criar e manter unidades para aperfeiçoamento e qualificação profissional de artesãos voltado para crianças, jovens e adultos de baixa renda;
      • Criar e manter cursos livres na área de conhecimento;
      • Promover a cooperação técnica com organizações públicas ou privadas, nacional ou
      • internacional, visando ao aprimoramento de suas atividades;
      • Exercer outras atividades correlatas;
      • Criar e manter cursos de qualificação, requalificação, reprofissionalização de jovens,
      • adultos e trabalhadores em geral, em qualquer nível de escolarização;
      • Celebrar convênios e exercer, pôr delegação, atividades de acordo com suas finalidades;

                 Quer saber mais sobre a FUMEP, clique aqui para ler o estatuto da instituição.